12 de abr de 2009

Choque de realidade

Uma coisa chata nessa volta tardia ao blog é que muitos dos blogueiros que visitavam sumiram, ou então excluiram seus blogs =/
To aqui procurando um template novo, pra dar uma mudada no visual... (não sei se pretendo fazer o mesmo com o MEU visual...)
Esse final de semana com feriado não foi muito bom... Um verdadeiro tédio, mas o post de hoje não é exatamente sobre mim...

Como ja disse nos posts anteriores, acabei me abrindo com uma amigona, a Lê. Faz quase um mês mais ou menos no entanto que quando cheguei do trampo na lan onde a galera se reune, ela tava lá e disse que queria conversar comigo. Uma coisa séria... Bom, acho que não tem quem não fique apreensivo quando alguem "quer conversar sério". Como não tinha mais ninguém por perto, fomos pra frente da lan, fumar um cigarro e pra ter essa "conversa séria".

Quase sempre nos finais de semana, iamos pra casa de um amigo nosso, o Cássio, pra beber um pouco, conversar, jogar truco, RPG, enfim... pra divertir um pouco.
Nesse final de semana acabei não indo, e não sei bem o motivo, mas o assunto acabou chegando sobre homossexualidade. Um outro amigo nosso, o Rafael, acabou falando o seguinte:
"Que viado tem mais é que apanhar, que ele não gostava de viado, e que viado isso, viado aquilo..." enfim, falando mal sobre os gays.
Nisso a Lê, que me disse que ja estava um pouco bebada, resolveu comprar a briga (coisa que mesmo se eu estivesse lá, eu não o faria... iria deixar entrar por um ouvido e sair pelo outro, apesar de ficar um pouco chateado), ela comprou a "minha briga".
Ela disse que não esperava esse tipo de compormamento dele, que ficou decepcionada com o que ele disse, e perguntou o que ele faria se soubesse que ele tem um amigo que é gay?
O Fael, começou a estufar o peito, dizendo que num teria amizade com "esse tipo de gente". Nisso um outro amigo nosso, que a gente chama de Punk, que juro que não imaginava que soubesse, acabou entrando na briga também. Segundo a Lê, ele pegou deu uma piscada pra ela, e disse que "pelo menos um amigo gay vc tem". E o Fael continuando a dizer que colocaria a mão no fogo que não tinha nenhum amigo gay. Nisso a Lê disse, "Olha Fael, se vc colocasse a mão mesmo iria ficar com ela queimada... Porque o Arcanjo é gay!"
Nisso, ele ficou mudo, com cara de "putz fiz merda", em estado de choque... E a Lê continuou: "Pois é Fael... Fiquei muito decepcionada contigo, e tenho certeza de que o Arcanjo teria ficado muito decepcionado contigo."
O assunto morreu. A noite continuou, os outros continuaram a conversar, e o Fael foi conversar com ela na parte de fora.
Ele disse que nunca havia imaginado que eu fosse gay, e que tinha se arrependido de ter dito as merdas que ele havia dito. E a Lê disse: "ta vendo como esse preconceito você pode acabar machucando as pessoas de quem se gosta?"
Ele pediu pra ela que não me contasse sobre essa conversa, pois não queria que eu me sentisse ofendido, ou que eu deixasse de conversar com ele, disse que do pessoal eu era o cara com quem ele mais sentia admiração do pessoal.

Bem que nessa semana, eu percebi que o Fael estava "excessivamente atencioso", muito cuidadoso comigo nos primeiros dias da semana, mas na quarta notei que tudo estava como antes, como se não tivessem contado isso pra ele...

Na sexta que ela quiz ter a conversa séria era sobre isso, ela queria me pedir desculpas por não ter guardado o meu segredo... Disse que se eu fosse ficar chateado ela iria entender, mas não queria perder a minha amizade. Perdoei, pois apesar do meu segredo ja não ser mais "tão secreto", isso serviu pra mostrar pra alguem o que acontece quando se tem preconceito por alguma coisa.

Na sexta seguinte, a que fomos tomar uma breja juntos eu pedi pra que ela me contasse melhor o acontecido, pois na semana anterior ela havia apenas contado algumas partes...

Voltando para o presente, ainda to um pouco baqueado com o fim do meu namoro. Afinal não é facil superar o fim de uma história que durou dois anos...
A gente ainda tem se falado, o Breno ta preocupado comigo, eu preocupado com ele, e estamos seguindo... Um dando força pro outro, mas com a distância e o tempo impedindo nos impedindo de estar juntos... Mas assim é a vida...
To me empenhando em me ocupar com meu trabalho, e passando mais tempo com os meus amigos.
Enfim, acho que o por enquanto é isso...
Logo logo espero continuar com posts mais animados... contando de coisas boas...
Beijos pra quem é de beijo, e abraço pra quem é de abraço, e até qualquer hora!

(PS.: Não esqueci das fotos hehehehe)



PS2: Esqueci de uma coisa... FELIZ PASCOA PRA TODOS

6 comentários:

Mariposo-L disse...

Arcanjo , acho que vc deve relvar isso, pois todos nós temos algum preconceito sobre algo , mas isso só dura enquanto não temos alguem que amamos nessa situação, depois agente muda ...


O novo Lay ficou muito 10 .. gostei ...

sobre os amigos do blog que sumiram também sinto falta de algum e preocupação com os que largaram o blog .. fico pensando será que aconteceu algo.. dai me passa as piores idéias na cabeça ... horrível isso !

que coisa né agente acaba se apegando ao dono do blog mesmo sem conhecer ...

Um abraço

Mariposo-L disse...

amigo, tem selo para você lá no blog :)


bom feriado .. divirta-se muitooooo

Fernando disse...

conhecendo seu blog agora historias bastante interessantes,quanto aos blogueiros ... bom um blog surge quando a necessidade de falar palavras no silencio aparece... a maioria das pessoas supera essa falta e o blog nao é mais necessario ou entao foi um momento de inspiracao que passa rapido. A amizade é o nosso elo mais sensivel com Deus parabens por não interrompe la vendo as limitacoes das pessoas. apareça no meu blog beijos

Mariposo-L disse...

Então você é de TI, também kkk benvindo ao clã :)

FOXX disse...

bem...
seu amigo é uma pessoa rara né?
ele realmente percebeu a merda q tava fazendo...
isso é raro


agora...
sobre meu post lá...
bem... eu acredito que as pessoas possam encontrar um amor verdadeiro sim, independente de quem sejam, que realmente existam pessoas que possam amá-las do jeito q elas são...


menos comigo
hehehe
a vida já me mostrou q eu sou excessão a essa regra

Candy disse...

Realmente isso já aconteceu comigo. Uma amiga falava um bando de coisas do tipo... Mas eu mesmo contei pra ela. Morrendo de medo da reação. Não ficava chateado quando ela falava porque cada um em sua opinião. Não gosto de preconceito, mas forçar os outros a mudar... Enfim, não tenho poder sobre isso... Realmente é bom quando uma pessoa que a gente gosta, deixa o preconceito de lado e nos aceita como somos.

E quanto ao término do namoro... Também estou passando por essa faze. Só que estou empenhado em ser feliz, porque sofri muito com meu namorado. Quero esquecê-lo a qualquer custo... Mas se o seu namorado foi legal, então... Vale a pena manter a amizade e eu sei que tudo vai ficar bem.

Bjs

 
;