9 de jun de 2009

Entre Anjos, demônios e amigos

Olá meus amigos leitores! Gostaria de começar essa postagem com uma música que me foi oferecida especialmente pela Lê nesse final de semana:

Matanza - Tempo Ruim

Ergam seus copos por quem vai partir
Longo será o caminho a seguir
Nada será como costuma ser
Nada vai ser fácil pra você

Não faça o mesmo que fez o seu pai
Não leve armas lá onde vai
Tantos eu já vi pagando pra ver
Não dá tempo de se arrepender
Nada que já não deva saber
Não há nada que não possa ter

Quero que a estrada venha sempre até você
E que o vento esteja sempre a seu favor
Quero que haja sempre uma cerveja em sua mão
E que esteja ao seu lado seu grande amor

Eu me despeço de todos vocês
Muitos aqui não verei outra vez
Fora o inverno e o tempo ruim,
Eu não sei o que espera por mim
Mas pouco importa o que venha a ser
Se eu tiver um dia a quem dizer

Quero que a estrada venha sempre até você
E que o vento esteja sempre a seu favor
Quero que haja sempre uma cerveja em sua mão
E que esteja a seu lado seu grande amor


Essa semana pra mim aconteceram tantas coisas que até parecia que estava vivendo no meio de uma novela (mexicana?).
Depois de uma correria pra conseguir entregar a documentação pra poder marcar o meu treinamento, finalmente parece que as coisas se acertaram, e a minha partida já é quase certa.
Durante a semana em si, apesar da correria não houve grandes emoções, mas no final de semana... foram tantos altos e baixos emocionais que as vezes pensava em meter o pé em tudo. Sim, a insegurança veio e bateu, aliás quase me destruiu, mas os danos não foram graves. Confesso que na semana passada não estava dando a mínima por passar o dia dos namorados sozinho. Seria até hipocrisia falar que não gostaria de companhia, mas não me importava com esse dia dos namorados específicamente. Afinal... já passei por dois acompanhados, e sei que não serão os dois unicos, mas achava que não iria me abalar.
E mais uma vez estava enganado...
No sábado não queria sob hipótese alguma ficar sozinho em casa, então como o Cássio e a Lê tinham falado de tomarmos uma cerveja fiz questão de estar na companhia dos amigos. Já que não consegui companhia pra uns beijos e carinhos (e sexo tb lógico rsrssr), pelo menos companhia pra afogar as mágoas não me faltou. Afinal ultimamente os dois tem sido a melhor companhia que tenho tido, apesar de querer ver um pouco de gente, compramos algumas cervejas e fomos pra casa do Cássio.
Ficamos conversando bastante, e em determinado momento chegamos a conversar sobre relacionamentos de internet, e o Cássio comentou que na sala da minha cidade estava com cada vez mais gays. Eu fiquei na minha, e ele disse "Não se ofenda Arcanjo...", fiz uma cara de surpresa... Como contei em algumas postagens anteriores (no post: Choque de realidade) por ser o dono da casa, ele com certeza havia presanciado a discussão do Fael com a Lê, onde ela havia contado da minha sexualidade.
Apesar de eu saber disso não sabia como reagir, pensei "puts... e agora?", mas ele havia falado que poderia confiar nele, que sempre fui um exemplo de amizade, independente da minha sexualidade, ele sentia ORGULHO da minha amizade... Quase chorei, quando a Lê entrou na conversa, falando sobre o dia que o Breno havia terminado comigo. Dai contei tudo como havia acontecido, expliquei o porquê de eu não me dar bem com meu irmão (pois sei que ele sabe mas não aceita a minha condição). E nessa ficamos conversando até umas 2Hs da manhã...
Como já era tarde, fui embora de moto taxi. Dai pra colocar o capacete guardei meus óculos no bolso da minha jaqueta. Chegando aqui, cadê o óculos?!?!?!?!
Independente de ter perdido os óculos, quando entrei no meu quarto, e me encontrei sozinho, eu chorei... chorei o que tento tentado chorar nesses ultimos meses e que não conseguia...
Acabei dormindo quase 4hs, mas dormi bem.
No domingo umas 16Hs a Lê me liga chamando pra irmos ao cinema, assistir Anjos e Demônios, que era pra eu ir pra casa do Cássio que ela logo chegaria pra gente descer, chegando lá, ele tava sózinho, me tratou normalmente como sempre havia me tratado quando eu "me passava por hetero", levei algumas musicas que ele havia me pedido, tentamos ligar pros outros amigos, mas ninguém atendia, até que a Lê chegou, e descemos apenas nós três mesmo...
Com relação ao filme, não vou entrar em detalhes, mas confesso que pra quem leu o livro, pode não gostar da Adaptação, mas admito que em alguns (poucos) momentos, o filme foi muito bom... Mas pra quem ainda não leu: recomento que assista o filme primeiro... e depois leia o livro.
Se realmente vou ficar em BH ainda não sei, mas pode ser que eu demore um pouco pra poder atualizar o blog, mas antes de viajar ainda devo postar mais alguma coisa...
E por enquanto é isso... agradeço a todos pelas visitas, e assim que começarem a dar falta das fotos, eu posto mais (rsrsrs).
Beijos e abraços a todos e até breve.

9 comentários:

RP disse...

Não fica sem posta não owwww!!!!
E não chora... ser solteiro não precisa ser triste!!!! CURTA!!!

Bjo

Jay e Alê disse...

Wooowho!
Finamente meu amigo saiu da toca.
Olha chora não! Mas acho que ainda ficou devendo novidades ahn?
Bju meu querido. Adorei ver a carinha do arcanjo misterioso, que pra mim já não tem nada de tão misteriosos mais.hehehehheh
De qualquer jeito: com alguém ou sozinho: Bom dia dos namorados. E não passe sozinho, mesmo que seja na companhia de um amigo ou amiga ok.
Bju nosso.

Luan disse...

anjos e demonios... boa pedida pro dia dos namorados sozinho.

bração!

Arcanjo Misterioso disse...

Chorei sim, admito, mas senti a alma lavada... um breve momento pra recuperar as forças...

Jay e Alê disse...

Meu amigo ainda bem que você que o encanto da vida está em arregaçar as mangas e trabalhar. Viver exige sacrífio e trabalho duro não é mesmo?
Bju nosso querido.
Fim de semana prolongadíssimoooo Woowhoo!

Mariposo-L disse...

Vamos ver o lado bom ... pois o ruim ninguém merece

Perdeu o óculos , vai ter que ir no oftalmologista fazer um novo .. quem sabe o oftalmo venha a ser o seu grande amor ...
Amigo quando agente está sozinho e principalmente numa outra cidade acho que ficamos sensibilizados demais eu também chorava muito quando tive uma fase semelhante a sua ...

Abraços se cuida ... não suma !!!
Nem que seja para escrever
"Oi pessoal estou Bem"

S.A.M disse...

Eu não ligo muito pra esse lance de dia dos namorados não.

O que importa de verdade é se temos alguém legal do nosso lado.

O lance da data é meramente comercial, se não há ninguém - ainda - não quer dizer que não possa logo haver.


Fica sussa!
Beijao!
:)

JuNiNhU disse...

Ain.. que coisa chata né... Mas olha, não precisa ficar mal por coisas bobas, eu não sei como foi sua criação, mas você tem que colocar na cabeça que, o errado é o seu irmão e não você. Problema é dele se não aceita, ele não tem que aceitar nada.

Por acaso você questiona quais posições sexuais ele deveria fazer ou não? Pois é... ele tbm não tem o direito de questionar com quem vc se deita* (*se relaciona).


Confie em você, e não chore por situação nenhuma. Foda-se os ignorantes, o evoluído da história tem que ser você... Pense nisso.

Bju Bju. Fique bem

Apenas Alguém disse...

ei moço
tudo bem
po, to na maior correria essa semana
amanhã to comprando meu novo pc
finalmente
rsrsrs
grande abraço
té mais
bom fim d semana

 
;